TV por IP: que demora!

2, fevereiro 2007 at 8:33 pm 5 comentários

Que demora é essa da TV por IP? O serviço já faz tanto sucesso em outras parte do mundo mas no Brasil parece que ainda estamos em negociações burocráticas.
Enquanto isso seguimos com as grandes coberturas feitas pelos portais. Terra, Globo.com entre outras estão investindo pesado nova demanda. Segundo a INFO Exame deste mês, o TerraTV tem mais de 75 mil arquivos que atraem cerca de 5 milhões de usuários mensais. A Globo.com se destaca pelo acervo de vídeos da própria TV e dos recursos web 2.0 que incorporou. Algumas comparações sobre a Web TV e o IPTV:

Web TV – Vídeos exibidos na tela do PC, trafega pela rede pública da internet, basta ter acesso a banda larga para assistir sem paradas e qualidade da imagem depende do streaming e da velocidade de acesso.

IPTV – Vídeos exibidos na TV, trafega por uma rede dedicada entre o usuário e o servidor dos vídeos, exige banda larga poderosa, um decodificador e a assinatura do serviço e imagens com qualidade de DVD.

Pela comparação e pela demora do serviço ser viabilizado no país, dá para prever que o investimento não vai ser barato e quem optar pelo serviço vai sentir bastante no bolso. Pelo menos no começo!

PS.: Os criadores do Skype tem mais uma grande obra em testes: Joost, um site de vídeos por IP. O serviço ainda é BETA fechado, sendo necessário criar login e senha.

Anúncios

Entry filed under: Lazer, Mobilidade, Software, Tecnologia, Web 2.0.

HotSpots por aí! Métodos Ágeis de Desenvolvimento de Software na USP

5 Comentários Add your own

  • 1. themage  |  6, fevereiro 2007 às 2:14 pm

    Olá Victor,

    Eu estou a trabalhar para a equipa de engenharia IP de um ISP português que já está a implementar IPTV, e posso dizer-lhe que os custos de implementação da IPTV não são muito diferentes dos custos de implementação de ADSL (ou outro sistema de banda larga).

    Na prática trata-se realmente de tráfego IP sobre ADSL ou de Cabo entre a casa do cliente e a central/agregador em que o utilizador está ligado.

    Após esse ponto passa a ser tráfego IP sobre Ethernet (ou outro similar).

    O grande problema fora das grandes cidades é a distância a que os clientes estão das respectivas centrais, que influência em muito a capacidade de transmissão dos modems.

    E para IPTV você precisa de vários Mbits de largura de banda disponíveis por cada televisor (sem contar com um possível acesso à internet em paralelo – para o computador).

    Por isso é que, acredito, na grande maioria dos brasil será tão dificil de implementar, pois a partir de alguns (5 a 10) kilometros da central será muito dificil conseguir um sinal de qualidade, que permita a transmissão aceitável, sem que a imagem fique completamente quadriculada.

    themage

    Responder
  • 2. Victor de Souza Couto  |  6, fevereiro 2007 às 3:32 pm

    valeu themage

    se mais pessoas tiverem informações fico grato
    quero saber mais sobre a realidade disso tudo

    abraços

    Responder
  • 3. Fernanda Pedroso  |  29, maio 2007 às 8:05 pm

    Olá,
    Foi lançado recentemente um PABX capaz de integrar-se ao SKYPE, permitindo que telefones comuns possam fazer chamadas para contatos SKYPE ou para outros telefones através da rede SKYPE. As chamadas podem ser realizadas, atendidas, colocadas em espera, transferidas de forma extamente igual as da rede de telefonia convencional. O custo é muito baixo e se paga rápido, rápido.
    Veja: http://www.safesoft.com.br/pabx

    Responder
  • 4. Victor de Souza Couto  |  30, maio 2007 às 2:47 am

    Fernanda,

    obrigado pela indicação. Parece com um exemplo de um PABX da Linkysis.
    Darei uma pesqiusada sobre esse serviço.

    Obrigado mais uma vez pela contribuição ao meu blog.

    Até mais.

    Responder
  • 5. Pablo H. S. Selivon  |  20, maio 2008 às 4:26 am

    Olá Victor,

    Também estou procurando mais informações.
    Creio que TV por IP tem tudo para dar certo, porém, ainda esbarramos em questões como: banda larga e políticas.
    Estou concluindo o curso de Engenharia de Telecomunicações e busco mais informações sobre a tecnologia IPTV, pois, vou desenvolver meu TCC delimitando este assunto na questão de banda, ou seja, com usuários operando através de redes de várias velocidades, na qual, eu considero o maior obstáculo da IPTV hoje. Temos hoje um novo codificador de video chamado de H.264 ele codifica o video diminuindo aproximadamente pela metade o tamanho e mantendo a qualidade em relação ao MPEG-2 por exemplo.
    Bom, tenho informações retiradas da própria internet, de revistas e dos professores do curso, porém, preciso de mais e gostaria de recebê-las.
    É claro que toda informação que tenho, terei o prazer de repassá-la, isso com certeza vai me ajudar a formar, concluir e apresentar meu TCC.

    Abraço

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Agenda

fevereiro 2007
S T Q Q S S D
« jan   mar »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728  

Most Recent Posts


%d blogueiros gostam disto: