JAVA pra quem inicia! – Parte 2

9, fevereiro 2007 at 2:18 pm 10 comentários

Muitos sabem que sou adimirador da linguagem JAVA e pretendo trabalhar com ela. Já havia postado antes (AQUI) que estou estudando bastante a matéria por conta própria. Antes eu programava apenas com o bloco de notas para me aprimorar e evitar erros bobos que se adiquire quando não se tem experiência e logo se cai de cabeça nas IDE’s.

Hoje, acredito que com um poquinho mais de experiência, já estou usando uma IDE muito boa, o Eclipse. Além de auto-identação e cores nas linhas de código para facilitar o escopo, ela também facilita muito para quem se perde com os pacotes e muito mais.

Segue abaixo uma classe simples de um exemplo que rolou com sucesso aqui comigo!

import java.io.*;

public class TestaFluxoFileInputStream {

public static void main(String[] args){

try{
//Abre Arquivo
FileInputStream is = new FileInputStream(“arquivo.txt”);
//Chama o método
leFluxo(is);
//Fecha o arquivo
is.close();
}catch(IOException ex){
System.out.println(ex.getMessage());
}
}

public static void leFluxo(InputStream is)throws IOException{
InputStreamReader reader = new InputStreamReader(is);
BufferedReader buffer = new BufferedReader(reader);
while(true){
String linha = buffer.readLine();
//Se chegou ao final da linha
if (linha == null){
//sai do loop
break;
}
System.out.println(linha);
}
}

}

Essa classe lê todo o arquivo.txt. Um exemplinho bem legal.
Logo aviso para colocarem o arquivo.txt na mesma pasta que a classe.
Espero me aprimorar mais e quem sabe em breve postar um simulador de um bate papo, com todas as classe necessárias. Já fiz uma vez mas faz muito tempo, estou voltando a tona agora!

Até mais!

Anúncios

Entry filed under: Estudos, FATEC, JAVA, Software, Tecnologia.

Windows Computer Cluster Server JAVA pra quem inicia! – Parte 3

10 Comentários Add your own

  • 1. Leandro  |  9, fevereiro 2007 às 3:12 pm

    Estratégia interessante essa de programar em bloco de notas para evitar as omissões que as IDE’s geralmente proporcionam. Apesar de soar como masoquismo 🙂

    Também não se esqueça do Netbeans. Aliás, acredito que o Netbeans seja ideal para iniciantes porque já está tudo praticamente configurado, livrando o usuário de ter que ficar instalando e configurando diversos plugins, como é no Eclipse. Claro, cada caso é um caso.

    []’s

    Responder
  • 2. Ana Pratalli  |  9, fevereiro 2007 às 3:50 pm

    Obrigada, Victor! Deixei um agradecimento público a você em meu blog, viu? Um beijo!

    Responder
  • 3. Victor de Souza Couto  |  9, fevereiro 2007 às 10:01 pm

    Leandro,

    já ouvi falar bastante do NetBeans e pretendo usá-lo também para sentir a diferença!

    Ana Pratalli,

    estou sempre as ordens no que eu puder ajudá-la!

    []’s a todos

    Responder
  • 4. Victor de Souza Couto  |  9, fevereiro 2007 às 10:01 pm

    aaaaah,
    masoquismo foi demais!
    hahahaha

    valeu Leandro!

    Responder
  • 5. Thiago Rodrigues  |  12, fevereiro 2007 às 1:31 am

    Rapais, que treco complicado, hehehe. Deixa eu ficar com meu php, ehhehe.
    Abraço

    Responder
  • 6. Tiago Bega  |  13, fevereiro 2007 às 8:57 am

    Java é tudo, mas se não soube padrões de projeto não é nada, aprendi um pouco de java na faculdade, não serviu pr amuita coisa , agora estou fazendo outro curso que de início ..aprende-se muito sobre padrão de projeto, ai sim da até pra se assustar com java.

    Responder
  • 7. Ana Pratalli  |  13, fevereiro 2007 às 6:51 pm

    Obrigado pelo documento Word, Victor. Você é mesmo muito especial. 🙂

    Responder
  • 8. Victor de Souza Couto  |  13, fevereiro 2007 às 6:51 pm

    Tiago Bega,

    é uma baita linguagem sim!!!
    eu ainda num vi na faculdade, mas estudo bastante em casa lendo boas apostilas
    desde o começo aprendi a encarar JAVA como uma porção de especificações a seguir na hora de programar, que na minha opinião é mais importante do que encarar as classes e a virtual machine como o ponto forte da linguagem.
    indico aprender também a metodologia de desenvolvimento ágil. Estude sobre eXtreme Programing(XP). Vale muita a pena, pelo menos achei ideal para dedsenvolvedores que prezam a qualidade do sistema.

    Thiago Rodrigues,

    PHP não é tão simples assim hein!!!
    iuehaehaiehaiuhaeiuhiuahea

    Boa programação a todos.

    Responder
  • 9. Victor de Souza Couto  |  13, fevereiro 2007 às 6:53 pm

    Ana Pratalli,

    sempre que eu puder ajudar eu estou por aqui.

    Responder
  • 10. JAVA pra quem inicia! - Parte 3 « Carregando…  |  13, fevereiro 2007 às 9:18 pm

    […] alguns exemplos de JAVA e irei compartilhar aqui no blog. Como havia mencionado no post anterior(JAVA pra quem inicia! – Parte 2), estou fazendo um exemplo simples de Chat. É lógico que a 80% do código estava na apostila mas […]

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Agenda

fevereiro 2007
S T Q Q S S D
« jan   mar »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728  

Most Recent Posts


%d blogueiros gostam disto: