Servidor SAMBA

3, julho 2007 at 10:31 pm 7 comentários

Mais uma ferramenta que estou estudando nos últimos dias. Como frizado no último post, estou estudando softwares livres para soluções a uma empresa que demanda de uma grande rede de computadores, com diversas necessidades a serem gerenciadas, e para melhorar, com mais de um sistema operacional online.

Entrando no assunto, SAMBA é um servidor de rede NetBEUI altamente flexível para compartilhamento de serviços e arquivos em rede mista. Essa flexibilidade quebra um grande problema em corporações que precisam colocar máquinas com sistemas operacionais diferentes, como um simples exemplo Windows e Linux, em comunicação na rede.

Hoje possui funções de segurança que permite um controle mais rigoroso que a implementação da Microsoft para gerenciamento de redes, demonstrando alto suporte e compatibilidade de versões diferentes de Windows (problema presente em empresas que possuem sua rede totalmente Microsoft, e mesmo assim não ficam livres de alguns apuros! 😉 ).

Segue abaixo algumas características:

  • Controle de acesso aos recursos compartilhados no servidor através de diversos métodos (compartilhamento, usuário, domínio, servidor)
  • Controle de acesso de leitura/gravação por compartilhamento
  • Controle de acesso de leitura/gravação por usuário
  • Permite ocultar o conteúdo de determinados diretórios que não podem ser exibidos ao usuário de forma fácil
  • Suporte completo ao controlador de domínio Windows (PDC)
  • Possui suporte completo ao servidor WINS (também chamado de NBNS – NetBIOS Name Service) de rede. A configuração é bastante fácil
  • Permite a configuração de recursos simples através de programas de configuração gráficos, tanto via sistema, como via Web
  • Entre muitas outras funções

Estudei sobre a ferramenta, dentre muitos materiais, gostei muito do material do Guia Foca GNU/Linux. Porém minha tarefa para a empresa “XXX” que estou prestando serviços é a seguinte: comparar o SAMBA 3.x instalado na empresa com a versão SAMBA 4.0, última versão lançada. Preciso comparar as novidades e buscar a viabilidade da implementação da ferramenta na empresa, parametrizando em cima de uma vasta lista de regras de negócio.

Essa é a minha missão nesse projeto no mês de julho. Quem disse que seriam férias? 😉

Mas esse projeto é muito interessante, lidando somente com software livre. O que traz um retorno de experiência profissional indispensável para projetos futuros.

Desde então, fica o meu convite. Se você conhece SAMBA, e melhor ainda se conhece a versão SAMBA 4.0, comente a vontade neste blog. Largue o cacete nessa matéria! 😉

Abraços

[release]Depois do comentário do Cristian, e por maiores exigências do estágio, percebi que a versão SAMBA 4.0 é apenas para uma exibição e ainda não está estável. Foi até mesmo um equivocação da empresa e minha, afirmar nesse momento que a versão já estava estável.

Abraços a todos.

13/07/2007[/release]

Anúncios

Entry filed under: CEFET, Estudos, FATEC, Linux, Microsoft, Software Livre, Tecnologia.

Nagios: Gerenciamento de redes Firefox: Ajustes finos

7 Comentários Add your own

  • 1. Rodrigo Fante  |  6, julho 2007 às 7:10 am

    Nada a ver com o post, soh para dizer que no menu a direita do seu blog, tem escrito ali:
    Blogblogs:

    Porem nao tem link, nada para adiciona-lo la, assim que vc colocar ali te adiciono… flw

    Responder
  • 2. cristiantm  |  8, julho 2007 às 12:27 am

    Quanto ao seu comentário no meu blog, acho que o Linux e a interface está pronta já faz um tempo. Falta apenas que os aplicativos que os usuários precisam estejam disponíveis. Bons programas de CAD, de Engenharia, Jogos, etc, mesmo que não sejam Livres, mas que rodem em Linux. Aos poucos tem surgido algumas boas alternativas, mas em muitas áreas a deficiência é grande. Ou seja, não é mais questão do Linux em si, a bola está com os desenvolvedores de software que precisam abrir o olho pra esse mercado.

    Pessoalmente, tenho instalado beryl aqui, mas só ativo quando é pra mostrar o Linux para amigos 😉 . Minha filosofia para computadores é a famosa KISS (Keep It Simple and Stupid), sou daqueles que recorrem ao “vi” e janelas tendo “espasmos” ao meu clique é uma das últimas coisas que quero. Mas vejo com bons olhos a iniciativa simplesmente pq dá um “chute no saco” das trasnparências do Aero da Microsoft (bah, transpar6encias em Desktop eu usava a anos atrás, através do Enlightmen!)

    Quanto ao seu post sobre Samba, nem tomei conhecimento de uma versão estável do Samba 4 ainda. Uso o Samba 3 na rede que administro a um bom tempo. Com uma única maquina substitui diversos “servidores de arquivos” windows, com um ganho de desempenho fantástico, percebido e elogiado dos usuários mais leigos aos mais ténicos. Além de incremento de segurança e de maior flexibilidade (interoperabilidade com outros serviços de rede, etc.) É uma ótima ferramenta, e tenho muito interesse no seu estudo sobre o Samba 4, irei acompanhá-lo se você publicar as “descobertas” aqui.

    Responder
  • 3. Victor de Souza Couto  |  8, julho 2007 às 4:51 pm

    Olá Cristian,

    pode deixar. Pretendo postar minhas descobertas. Confesso que não tenho tanta experiência quanto você na ferramenta. Mas essa é a função do estágio, quebrando a cabeça até dar certo.

    Abraços

    Responder
  • 4. Bruno  |  5, outubro 2007 às 3:56 pm

    brunorenor@gmail.com!
    Bem senhores sou um leigo em Linux e estou tentando entender um pouco mais sobre este sistema operacional. Foi dada uma missão para gerenciar uma rede Linux versão slackware, na verdade não conheço absolutamente nada, e nas minhas navegações pela internet achei este site. Se alguma boa alma puder me fornecer algumas dicas serei grato. Minha rede possui 70 máquinas todas tem windows XP mas o servidor é um Linux e a missão é criar grupos, compartilhar impressoras e fazer backup.
    Sei que o assunto não é esse em questão mas é a oportunidade que tenho.
    Desde já fico grato por qualquer orientação.

    Responder
  • 5. Fernando  |  24, janeiro 2008 às 5:52 pm

    Dae,

    Alguém sabe como faço para acessar um servidor SAMBA? ELE EH SOMENTE SERVIDOR SAMBA, não fornece acesso a Internet, apenas arquivos.
    Tem como andei lendo que tem q por no Dominio^? mas dominio eh qdo usa o servidor para acessar a internet q nao eh meu caso.
    Obrigado

    Responder
  • 6. gilberto  |  3, março 2009 às 12:22 pm

    Fernando, domínio de rede não tem nada a ver com domínio de internet (sites).
    O controlador de domínio de rede centraliza as configurações/permissões de usuários e recursos da rede, podendo rodar utilizando o Samba ou um servidor windows (NT,2000,2003 ou 2008server).

    Responder
  • 7. elizandra  |  8, dezembro 2010 às 11:53 pm

    nao consigo entrar no messenger para conversar com meus amigos me ajudaem por favor bjs lili

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Agenda

julho 2007
S T Q Q S S D
« jun   ago »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Most Recent Posts


%d blogueiros gostam disto: